ATENÇÃO! Proteja-se das fraudes em boletos.

Não confie em ligações de pessoas que se identificam como funcionários das nossas associadas para tratar de assuntos financeiros e pagamento de boletos. Em caso de dúvida ou suspeita de fraude, entre imediatamente em contato com seu canal de venda.

Promoção da Alimentação Saudável

São poucos os dados de consumo alimentar no nosso país, mas os estudos indicam que, historicamente, o consumo de frutas, verduras e legumes é reduzido.

A recomendação de incentivo ao aumento do consumo de frutas, verduras (folhosos como alface, couve, espinafre) e legumes (tomate, abóbora, etc) tem como base a possibilidade desses alimentos poderem substituir outros de alto valor energético e baixo valor nutritivo, como alimentos processados e açúcar refinado, básicos na preparação de alimentos industrializados e fast foods. Além de sua possível contribuição no balanço energético, frutas, verduras e legumes são veículos de micronutirentes, com efeitos significativos e importantes na saúde geral dos indivíduos e, mais especificamente, na prevenção de doenças crônico-degenerativas como obesidade, diabetes tipo 2, doenças cardiovasculares e certos tipos de câncer.
Nesse particular, a elaboração da iniciativa de incentivo ao consumo de legumes, verduras e frutas (também apoiada pela FAO/OMS) vem sendo construída de forma intersetorial na perspectiva de agregar parceiros necessários para sua implementação e para contribuir para a garantia de acesso a este grupo de alimentos pela população brasileira. Essa iniciativa, além de estimular o consumo de alimentos saudáveis regionais, pode auxiliar na geração de emprego e renda em comunidades com tradição agrícola ou agricultura familiar, no âmbito da Segurança Alimentar e Nutricional.

Mais informações: http://nutricao.saude.gov.br/pas.php?conteudo=iniciativa